Formol

O formol é encontrado em muitos ítens domésticos e em materiais de construção. Ele é usado como conservante em remédios, cosméticos, artigos de higiene pessoal e em algumas embalagens de alimentos. Como resina é utilizado para aglutinar painéis de madeira laminada e para aglutinar os pedaços de madeira do MDF. Como solvente é utilizado no tingimento de produtos têxteis e de papel. O formol também é liberado como um subproduto da combustão, especialmente de motores a diesel. A espuma de isolamento de uréia-formol foi banida pela Comissão de Segurança de Produtos ao Consumidor em 1982, embora a proibição tenha sido revogada mais tarde.

Em edificações novas ou em edificações que tenham sido reformadas recentemente, os níveis de formol provenientes da mobília e da decoração podem ser altos o suficiente para causar sinais de irritação. Apenas uma boa ventilação assegura que os vapores de formol mantenham-se num nível em que não ocorram sintomas.

O formol suspenso no ar age como um fator irritante da conjuntiva e do trato respiratório alto e baixo. Os sintomas são passageiros e dependendo do nível e da extensão da exposição, podem variar de sensações de queimação ou de formigamento nos olhos, nariz e garganta até a sensação de peito comprimido e respiração ruidosa e ofegante. Reações agudas e severas aos vapores de formol, que possui um odor pungente e característico, podem ser associadas à hipersensibilidade. A estimativa é de que 10 a 20 por cento dos norte-americanos, incluindo os asmáticos, podem ter as vias aéreas hiperativas, tornando-os mais suscetíveis aos efeitos do formol.

Contact

Getting in touch with us is easy

Contact details
Newsletter

Subscribe to Camfil newsletter

Sign up